O que é bolsa de valores?



  

Bolsa de valores é um lugar onde se negocia títulos mobiliários. Podem ser pedaços de empresas, barris de petróleo ou quaisquer outros títulos que representem um objeto real, seja uma empresa, sejam commodities, como milho, soja, etc.

A definição mais conhecida é como um local onde se compra e vende partes de empresas tornadas públicas, isto é, com capital aberto através de sociedades anônimas. Estas empresas são compostas de ações, que nada mais são que papéis ou certificados de propriedade de uma empresa. As bolsas de valores surgiram para facilitar a compra e venda de cotas dessas empresas, o que torna mais ágil a captação de recursos.





Quando uma empresa abre seu capital na bolsa, ou seja, lista suas ações para serem negociadas, a empresa está, na verdade, abrindo espaço para que novos sócios entrem e, possivelmente, participem ou até assumam o controle da empresa. A empresa está vendendo pedaços de si mesma. Os preços refletem aquilo que possíveis compradores e vendedores “acham” que é o valor de cada pedaço da empresa, em geral baseado em perspectivas de lucros ou prejuízos futuros ou de distribuição de lucros, chamadas de dividendos.

Do mesmo modo, quando se negociam opções (opções são papéis em que os donos se comprometem a comprar ou vender empresas, commodities ou outros títulos no futuro, por um determinado preço, correndo o risco deste ser mais alto ou mais baixo na época em que a opção vencer), commodities ou outros títulos mobiliários, o preço reflete o que compradores e vendedores “acham” que é a perspectiva de escassez ou excesso daquele produto no mercado naquele momento.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *